Cuidados com a pele madura

Depois de postar (aqui) sobre um lançamento de creme para pele madura me deu vontade de falar mais sobre o tema. Isso porque sempre vejo no consultório mulheres e homens (até mais de 90 anos) que acreditam que uma pele bem cuidada traz bem estar e felicidade – e isso é saúde minha gente!!! Além do que, desde pequenininha eu tenho um super exemplo em casa: minha mamys (#momentoamordefilhaparamãe). Segundo minha querida vovó, minha mãe sempre teve um cuidado diário com a pele mesmo morando na roça e sem orientações, inventava esfoliantes caseiros e era a mais “fresca”dos filhos porque não gostava de tomar sol (imagina???). Como nessa vida é tudo questão de hábito, isso de certa forma passou para mim hehehe. Ah! Mas tem outra coisa: sempre achei estranho rotular que a partir dos 30 deve-se usar creme tal, dos 45 outro, se fez 60 muda tudo de novo!

Na minha opinião, cada pele tem uma necessidade diferente. Como assim? Tem gente de 30 anos que pelo fato de ter se exposto muito ao sol, envelheceu muito (a pele já mostra sinais de flacidez, tem manchas e rugas) e pessoas acima dos 45-50 anos que tem pele de pêssego (#invejaboa #éocasodaminhamãe hahaha) – nesses casos sempre conta a genética e fatores ligados ao envelhecimento da pele, como: sol, cigarro, má alimentação e estress. Então tudo vai depender da avaliação de um dermatologista para saber o que a sua pele realmente vai precisar de cuidados.

Mas tem dicas que podem ajudar todo mundo que não é mais adolescente e já acumulou algumas primaveras! Vamos a elas e de quebra algumas sugestões de produtos bacanérrimos:

Filtro solar. Claro! Eu não canso de repetir: este é melhor anti-idade que existe (provado cientificamente, leia aqui!). Se você acha que por ter mais de 50 e 60 anos, não vai te ajudar em nada, engano seu: o sol (em excesso) envelhece e favorece ao aparecimento de câncer de pele, que é mais propicio de aparecer nas peles maduras.

Hidratação. A pele torna-se cada vez mais seca, fina e frágil a medida que envelhecemos, principalmente nas mulheres menopausadas. O momento correto de se usar hidratante sem ficar “melada” é logo depois do banho com a pele ainda úmida, pois os ativos são absorvidos mais rapidamente  por terem afinidade pela água presente na superfície da pele.

Esfoliação. Principalmente a esfoliação química, como os peelings de ácido salicílico e glicólico ajudam a melhorar a textura da pele que nessa idade é mais grossa e tem pouca luminosidade.

Acne na mulher adulta. Muitas mulheres continuam a apresentar acne mesmo depois dos 40 anos. Isso deve ser investigado por um dermatologista: pode ser constitucional/genético, distúrbio hormonal ou não ser acne – no caso, rosácea!

Procedimentos. Muitos tratamentos quando bem indicados e executados melhoram a aparência da pele, suavizam a expressão e rejuvenece – mas sem ficar com cara esticada hehehe. Procure seu dermatologista de confiança, ele pode indicar se um Botox, preenchimento ou laser vai te ajudar a se sentir melhor e mais feliz, não é verdade ?

Relaxe!!! Procure fazer o que gosta, estar com quem você gosta, fazer uma atividade física, viaje! O estress é um dos piores inimigos da pele madura, piora as rugas, a expressão fica mais cansada e muitos radicais livres são liberados nessas situações o que pode desequilibrar sua saúde e seu bem-estar.

Bjs!

Leave a Reply

Your email address will not be published.