Meu kit de sobrevivência de beleza

Oooooi! Bolsa de mulher cabe o infinito, não é verdade? Mas, nem sempre tem aquele item fundamental para uma emergência. Eu mesma já passei por cada situação por não ter um kit básico de beleza que vocês nem imaginam! Eu me lembro (muitos anos atrás), de quando eu era ainda residente de Dermatologia, vira e mexe tinha uma reunião ou encontro no final do dia e, depois de atender uns 40 pacientes desde às 7 da manhã, chegava eu toda acabada, descabelada, zero de batom, enfim, um horror – nem gosto de lembrar… E o pior era que muitas colegas chegavam com aquele ar de “oi, sou linda” mesmo depois de um dia inteiro de trabalho. E, daí, eu pensava: “Meeeeu Deus?! Como isso é possível!!!”.

Daí, resolvi compartilhar com vocês algumas coisas que eu sempre carrego no meu dia a dia que já me “salvaram” várias vezes:

 

Necessairre: o ideal mesmo seria uma bolsinha térmica, porque muitos creminhos e cosméticos derretem e estragam quando ficam expostos ao calor (tipo, horas e horas no trânsito). Mas também nada muito grande, porque a intenção do kit é para ter o básico para terminar o dia num happy hour com dignidade, ok?

Filtro Solar: mais do que óbvio. Sempre tenho e reaplico pelo menos 2 vezes ao dia. Carrego as amostras que eu ganho, pois é mais prático (#dica: peça pra sua dermatoamiga uma amostra, ela vai te dar certamente hahaha). Pelo tempo seco, tenho preferido os mais hidratantes, como o Cetaphil FPS30 DermaControl.

LipBalm: bom, eu sempre carrego um hidratante labial porque como trabalho em ambiente com ar-condicionado meus lábios no final do dia ficam mega ressecados e, quando isso, acontece nem um batom incrível salva – fica horrível! Então tenho dois: o da Korres Lip Butter Jasmine, que dá um brilhosinho e o Aquaphor Baby (mais hidratante e uso antes de um batom tipo matte);

Batom: óbvio, né? Nem sempre… Levo sempre dois: um de cor mais nude (Givenchy Beige Mousseline 101) e outro colorido(MAC Mineralize Rich Ellegant Accent) – que é minha preferência no final do dia, porque nada que um vermelho não salve qualquer cara cansada, além do mias, é um truque de beleza, que desvia a atenção do olhar de uma olheira, por exemplo);

Kit básico de make: ninguém merece aquela pele brilhando no final do dia; por isso, tenho sempre um pó compacto (MAC Mineralize Skinfinish Natural). E costumo retocar rímel (Lâncome Hypnose Doll Lashes – que não é prova d’água e por isso não fixa tão bem) e corretivo (MAC Studio Finish Concealer FPS35 – fuuuundamental!);

Kit manicure: pra salvar o aspecto das mãos, nada pior do que unha quebrada ou esmalte lascado, não é mesmo? Então tenho sempre lixa ou lencinhos para remoção dos esmaltes;

Água termal: cada borrifada dessa aguinha dá uma sensação de frescor e hidratação à pele. Tenho à mão sempre. Inclusive, recomendo, para viagens longas de avião em que pele resseca demais por causa do ar. A que está na bolsa é a Água Termal da La Roche Posay, porque é menor (50ml) e fácil de carregar;

Chicletes: nada pior que mau hálito (momento sem cometários…)! Porque a estimular a salivação melhora o ressecamento da boca e o hálito. Ah! E é claro que escova, pasta, fio dental deve existir em qualquer bolsa, mas eu tô falando aqui de situações emergenciais, ok? (*faltou na foto, mas o meu preferido é o HappyDent)

Garrafinha de água: depois de hidratar a pele com água termal, a hidratação corporal faz parte do bom cuidado com o corpo. O melhor mesmo são as térmicas, mas acho sinceramente pesadas demais para carregar na bolsa.

Mini perfume: quem nunca comprou no duty free aqueles kits de mini perfumes ou nunca ganhou aquelas amostrinhas? Pois bem, tê-las numa nécessaire para sobrevivência é uma ótima dica pra aquele encontro no final do dia e que não vai ter jeito de tomar um banho antes. Atualmente fica na minha necessáire um da Gucci (Gucci Guilty Parfum) que ganhei de amostra na Sephora.

Elástico para cabelo: tem dia que o cabelo coopera, fica no lugar, está limpinho, escovado e discreto. Mas, geralmente, quando a gente precisa dele, ele não se ajeita por nada. E daí, minha amiga, nada melhor do que um rabo-de-cavalo alto. Pronto. Resolvido. Eu dou sempre preferência para os pretos e inteiros, ou seja, sem metal no meio para não quebrar os fios.

Ufa! É lógico que esses itens que eu coloquei são pessoais e cada um sabe o jeito melhor de se arrumar e encarar qualquer situação. No meu caso, reunião na escola dos meus pequenos, encontro com colegas ou uma para encontrar com meu marido – já dá prar sobreviver, sem passar vergonha hahaha!

Bjs!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.