Dicas do que fazer para fechar os poros

Quem não deseja ter uma pele corada, lisinha sem nenhum furinho aparente, tipo pele de pêssego? Mas de repente, quando se olha no espelho, vê tudo ao contrário: brilhante, cheia de furinhos, tipo um moranguinho! É isso aí: o espelho não mente #triste. Essa é uma das grandes queixas de quem tem uma pele oleosa ou até mista: como tratar dos poros dilatados?

A grande verdade é que não há uma cura definitiva para esse problema, podemos assim dizer (pausa para a indignação… “Credo! Como assim?”)… Os poros se dilatam e, portanto se tornam visíveis quando há uma excessiva produção de óleo por causa genética (sempre ela!) ou hormonal.

O óleo em si não é o grande vilão da história já que a pele do rosto, principalmente, sofre diariamente com agressões do meio externo, como por exemplo: sol, vento, frio, maquiagem, cosméticos e por aí vai… É fundamental para a saúde da pele manter uma hidratação adequada para a sua própria proteção. As mais de 300.000 glândulas sebáceas existentes na pele se concentram basicamente na face, couro cabeludo e tronco e é por isso que o aspecto de poro dilatado se concentra exatamente a onde a gente não queria #snif.

O desafio é manter um bom equilíbrio entre a atividade das glândulas sebáceas e as necessidades reais da sua pele. Os poros aumentam devido à pressão do excesso de fluxo de óleo e então tornam-se visíveis. Uma vez que eles aumentam, não voltam a diminuir (“encosta sua cabecinha no meu ombro e chora…”). Outro fator que contribui para o problema é a idade: a medida que o tempo passa, mais a pele se torna flácida e tudo fica mais óbvio (pausa para indignação 2… “ninguém merece”).

Mas, calma, não se desespere! Tem como melhorar sim o aspecto da pele. Anota aí as dicas desta dermato que vos fala:

Manter a pele limpa. O excesso de óleo fica acumulado nos poros, e favorece inclusive a formação de cravinhos.  Por isso, procure manter a pele limpa, não se esqueça de retirar a maquiagem antes de dormir, use sabonetes com ph neutro ou loções de limpeza oil-free e no máximo lave 2 vezes ao dia. Nada de ficar lavando o rosto o tempo todo, senão causará o efeito rebote – se a pele ressecou, ela vai compensar produzindo mais óleo e tudo vai por água a baixo. Bons exemplos de sabonetes líquidos: Actine e o Acne Wash Oil-Free.

Use (de maneira consciente) esfoliantes. O que eu escrevi continua valendo, nada de exagerar na limpeza da pele para evitar o efeito rebote. Mas os esfoliantes são uma arma interessante que ajuda até remover pequenos cravinhos e controla a oleosidade. Pode ser usado (atenção!) 2 vezes na semana! De preferência com água fria ou no máximo morninha. O Dermotivim Scrub, que não contém ácido, e o Theracne gel esfoliante, que contém o triclosan na formulação, são excelentes e não irritam a pele.

Hidratantes para pele oleosa. Não é porque sua pele brilha que significa que ela não precisa de hidratação! Produtos que mantenham a pele hidratada na medida evita que haja excesso na produção de óleo. Tanto o Normadem total Mat quanto o Effaclar Mat ajudam no controle do brilho e hidratação da pele oleosa. Também costumo indicá-los como primer de maquiagem.

Procedimentos a laser ou luz intensa pulsada. Uma das causas para os poros ficarem dilatados é a perda da elasticidade da pele. Tratamentos com luz intensa pulsada e laser fracionados não ablativos aquecem o colágeno da derme o que provoca uma contração da pele como um todo, o que ajuda e muita na melhora da porosidade aparente.

Pra tudo tem jeito, procure seu dermatologista para lhe ajudar!

Bjs!

Leave a Reply

Your email address will not be published.