Autobronzeadores: saiba como usar

Definitivamente nunca foi a minha praia ter um bronze. Sou branca não, branquela meeesmo – daquelas que refletem a luz do sol quando vão à praia, sabe? Pois é, sou fototipo II, ou seja, de pele clara que nunca (digo, never) se bronzeia e sempre se queima = camarão. É muito fácil me reconhecer na praia – além da branqueleza – coloco óculos escuros mega, chapéu tipo sombrero mexicano e me enrolo na canga que fica parecendo uma burca! Mas, enfim, essa sou eu! Nós moramos no Brasil e, culturalmente, durante muitos anos uma pessoa de aspecto saudável era aquela bronzeada. Mas todo mundo sabe que isso não é nada legal, nem saudável, pois a pele realmente bronzeada é uma pele envelhecida e predisposta ao aparecimento do câncer de pele (Cruzes!). Se você é essa pessoa, que ama um bronze, que não aguenta mais esperar pelo sol do verão, mas não quer ter uma pele envelhecida e manchada – seus problemas acabaram (hehehehe)! Você pode (always) usar um autobronzeador. Um excelente truque de beleza. Mas tem que saber passar, se não (me perdoem) fica horroroso e artificial.

Vamos aprender a usar essa dica de beauté?

Primeiro passo é fundamental: procure fazer uma boa esfoliação no corpo, para uniformizar a pele e retirar as células mortas – isso favorece uma uniformidade ao corante na pele;

Se você gosta de dourar os pêlos ao sol, a hora de usar um descolorante é agora, logo após a esfoliação;

A aplicação deve ser feita num momento tranquilo, em casa, por você ou de preferência com ajuda de alguém que possa espalhar o produto adequadamente nas suas costas;

Não interrrompa a aplicação, ou senão correrá o risco de manchar a pele;

Tenha cuidado ao passar nos cotovelos, joelhos e tornozelos, pois a pele dessas regiões pigmentam facilmente e pode ficar mais escura do que o resto do corpo;

Não se esqueça de passar no dorso das mãos, caso contrário ficarão diferentes do tom do braço;

Espere aproximadamente vinte minutos para vestir a roupa; o ideal é ficar sem nenhuma roupa nesse período;

Nunca se esqueça de lavar as mãos após a aplicação, pois, caso esqueça, podem ficar amareladas.

O tom pode variar de dourado até um moreno mais intenso. O ideal é reaplicar a cada três ou quatro dias, para manter o bronzeado. E nada de passar no rosto, porque pode acentuar algumas manchas que você possa ter. Nesse caso é melhor optar por bases líquidas em tons de bronze, que ficam naturais e muito bonitas.

Eis alguns produtinhos bacanas:

1. Autobronzant Hydratant, Avéne

2. Summer Tone, Dove

3. Sun-Free Self Tanning Formula, Kiehl’s

4. Gelée de Monoï Tan Activator & Extender, Dior

Mas como tudo na vida: tudo tem lado “A” e lado “B”. Vamos ao lado “B” da história:

Alguns produtos possuem cheiro forte de coco;

Dependendo da marca, podem manchar sutiãs e calcinhas;

Pelo trabalhão, pode desanimar…

E por fim: não se esqueça que os autobronzeadores são um truque e que sua pele está susceptível às radiações solares – portanto, jamais esqueça de passar o filtro solar quando for se expor, ok?

Bjs!

Leave a Reply

Your email address will not be published.