Dra Sílvia Cristina de Castro Oliveira – Dermatologia e Estética

Gente, acabei de chegar de Porto Alegre, palco do Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica 2014. Foram discutidas novas técnicas de tratamento, lasers, cirurgias e também foram feitos mil e um lançamentos superaguardados. Ou seja, tenho mil e um assuntos a colocar aqui pra vocês.

Quero começar por um tema que eu tenho imenso carinho de cuidar: as novidades para as barrigudinhas (quer dizer, pra você que está grávida), às mamães em aleitamento, para você que vai passar ou passou por uma cirurgia de colocação de prótese mamária (traduzindo, colocou silicone!) ou que se ama simplesmente e quer se cuidar sempre!

A família Bepantol aumentou! Já se encontra em todas as drogarias o Bepantol Mamy – Creme para Gestantes #fofo!

bepantol mamy antiestrias

Ele apresenta uma combinação EXCLUSIVA de ingredientes que eu acho que faz toda diferença na linha:

Glicerina: que hidrata e suaviza a pele;

Lipídios Cutâneos: que reforçam a barreira cutânea (essencial no momento de estiramento da pele);

Centella Asiática: estimula a produção de colágeno (fundamental!!!);

Dexpantenol: reduz a perda epidérmica de água (presente em toda a família Bepantol).

Achei a textura fantástica, espalhabilidade ótima (principalmente pra quem tá com barrigão e se o produto não “escorrega”, vai ficando difícil de usar e dá uma certa preguiça), cheiro super agradável que desaparece rapidamente, livre de parabenos e outros sensibilizantes. Lembro que para a gestante e mamães em amamentação não se deve passar nenhum tipo de creme no mamilo, ok?

Mas atenção: nenhum creme faz milagre! Já falei sobre estrias aqui e lembre que o segredo para não ter estrias é uma mistura de genética, bom controle de peso e um bom uso dos cremes indicados pelo seu dermato.

No meu caso, que não estou grávida, não amamento, não estou acima do peso (Yes!), não coloquei (ainda) silicone, achei uma ótima indicação também para se usar em áreas ásperas como os cotovelos, joelhos e pés #adoooro!

Bjs!

estriamaior

Elas aparecem muitas vezes de mansinho, como quem não quer nada e, de repente… Tomam conta de todo o território da pele, que antes era toda lisinha, e de repente, surgem na cintura, coxas, bumbum, atrás dos joelhos, nos braços, costas, seios, etc, etc… A pele esticou e…Tá lá a maledeta estria! Muitas delas surgem na adolescência (no chamado período do estirão), outras quando a balança pesa, na musculação excessiva (cuidado meninos), outras aparecem durante a gravidez ou logo no período pós-parto. Apesar do efeito sanfona estar geralmente presente na causa do problema, o que determina mesmo o seu aparecimento é a genética. Portanto, se sua mãe tem… #aculpaésempredamãe.

Para simplificar existem basicamente 2 tipos de estrias, que podem surgir em seguida uma da outra ou não:

Estrias arroxeadas: geralmente são lesões novas, muito vascularizadas e com relevo, geralmente respondem melhor ao tratamento;

estrias vermelhas

Estrias brancas: quando a estria já está estabilizada e é muito pouco provável que ela mude de aspecto, geralmente são mais finas que o tecido da pele, dificilmente desaparecem.

estria branca

Como evitá-las? Infelizmente fatores genéticos e hormonais podem acelerar o surgimento das estrias, mas vão aí algumas dicas para evitar seu (terrível!) aparecimento:

Controle seu peso #sempre;

Pratique atividades físicas #nadadepreguiça;

Alimente-se bem #vocêéoquevocêcome;

Mantenha a pele hidratada com cremes apropriados #cuidese;

Evite roupas apertadas, que dificultem a circulação local #nuncasaidemoda;

Evite o sol, porque favorece ao envelhecimento da pele #usefiltrosolar.

Como tratá-las? Ainda não existe um tratamento que resolva o problema em 100% das vezes. Isso depende do tipo das estrias e há quanto tempo elas estão presentes na pele. Portanto, quanto mais cedo você procurar tratar as estrias, melhor será o resultado.

Os principais tratamentos, digo aqueles em que há trabalhos científicos que comprovam sua segurança e eficácia, são:

Formulações com ácido retinóico e alfahidroxiácidos: mesmo o tratamento em casa deve ser feito de preferência com acompanhamento médico. Altas concentrações desses ácidos promovem a restauração do colágeno e da elastina. A aplicação é feita durante a noite, antes de dormir, no local exato da estria. Qualquer exposição solar durante o tratamento está contra-indicada!

Peelings: já falei sobre peelings aqui no blog. Feito por um profissional experiente, é um método seguro, indolor e eficaz na maioria das vezes, mesmo nas estrias brancas.

Microdermoabrasão: provoca uma esfoliação acentuada no local, estimulando a formação de novas fibras de colágeno. A aplicação deve ser cautelosa em peles morenas! Costuma ser dolorida e, muitas vezes, é necessário anestesia local.

Subcisão: essa técnica utiliza uma agulha especial que é introduzida na estria, liberando a fibrose local e estimulando o preenchimento da depressão (técnica também empregada no tratamento da celulite). Está indicada principalmente nas estrias brancas.

Luz Intensa Pulsada: tem melhores resultados quando empregada nas estrias avermelhadas por serem muito vascularizadas, pois a luz destrói esses vasinhos, além de aquecer o colágeno melhorando o aspecto da pele.

Laser Fracionado Ablativo (Laser de Co2): excelente resultado para as estrias vermelhas e brancas. É um método doloroso, que requer anestesia local. Para melhores resultados, procure sempre um profissional experiente, pois os resultados de laser dependem de quem está operando a máquina.

Lembre-se: todos os tratamentos têm como objetivo diminuir a largura da estria, melhorar sua coloração e estimular a regeneração celular. Muitas vezes é necessário associar mais de um método para se chegar ao efeito desejado. E mesmo assim os resultados podem não alcançar a sua expectativa. Portanto procure um médico dermatologista para definir o melhor tratamento para o seu caso, porque só ele está apto e treinado para realizar o melhor tratamento.

Bjs!

Oi geeeente! Esse post foi escrito a pedido de uma leitora (grávida) que gostaria de ter sugestões de cremichos para hidratar a pele e, obviamente ou principalmente, o barrigão hehehe!

carolgravida

Olha que linda essa foto inspiradora da top musa Carol Trentini grávida! E como eu sempre não canso de repetir pele bonita, é pele saudável! E para isso a pele tem que ser hidratada todos os dias, no caso das grávidas e das mulheres na fase de amamentação, se possível, pelo menos 2 vezes! Isso, porque pelas alterações hormonais presentes, a pele costuma ficar ressecada, descamando e até mesmo coçando. Mas nem todo creme ou loção pode ser usado. Evitar uso de cremes com uréia, com fragrâncias ou coloridos (porque contém muitos conservantes). Dê preferência sempre para aqueles hipoalergênicos, sem fragrância, ricos em queratina e vitaminas E que favorecem a elasticidade e hidratação da pele.

Vamos a listinha dos meus preferidos:

hidramamay

 Hidramamy (Mantecoorp®): possui na sua formulação o proteasyl, que melhora a firmeza e estimula a síntese de colágeno; D-pantenol pró-vitamina B5, que tem efeito hidratante, anti-inflamatório e cicatrizante; hidroxiprolisilane CN, que favorece a regeneração celular; e o Óleo de Amêndoas puro, excelente lubrificante.

luciara

♥ Luciara (Bayer®): apresenta uma formulação exclusiva que favorece uma hidratação prolongada chamada de hidrodualT. Contém na fórmula ácido lático e glicerina, que são potentes hidratantes, e lipídios que evitam a perda de água pela pele. Não contém conservantes, álcool, lanolina ou fragrância.

materskin

♥ Materskin (Biolab®): sua fórmula contém 3 óleos: óleo de amêndoas doce, que evita a perda transespidérmica da água; óleo de macadâmia, fonte natural de ômega 7 que protege a pele da ação de radicais livres; e o óleo de calêndula, que tem ação hidratante.

skinsec

♥ Skinsec (Darrow®): é composto de esqualano vegetal e óleo de coco, que promovem a reparação da barreira cutânea; glicerina, que tem ação hidratante e calmante; vitamina E, que tem ação anti-radicais livres.


hydracell

♥ Hydracell (Germed): excelente formulação com glicerina; manteiga de karité; derivado do óleo de oliva, que tem ação calmante e favorece a integridade da barreira cutânea; aquaporine active, que tem ação hidratante; ácido hialurônico, tem ação anti-inflamtória, favorece a síntese de colágeno e promove a regeneração celular.

 

Ah! E você deve estar se perguntando: mas qual deles é bom para evitar estrias? Todos! Aliás, o segredo para evitar o aparecimento de estrias é manter a pele hidratada para que ela acomode uma distensão sem (talvez) lesar as fibras de colágeno e elásticas.

Em breve, tudo sobre estrias!

Bjs!

Perfil

Dra Silvia Cristina

foto_perfil_pahina_draSilvia

Sou paulistana de nascimento, mas mineira por adoção e coração. Em BH, eu estudei, me formei, me apaixonei, casei e me tornei mãe de dois (lindooos!) príncipes. Assim como muitas mulheres, eu me desdobro para trabalhar, cuidar das crias (do cachorro também, oras!), cozinhar (mentirinha! quer dizer, só faço bolos ahaha!), malhar, namorar, e, agora, blogar!

Sou médica Dermatologista com muito orgulho. Tenho Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, da qual sou membro titular. Pós- graduada em Laser e Cirurgia pela Cleveland Clinic Foudation – OHIO EUA. Membro da Academia Americana de Dermatologia.

faça sua busca aqui

banner_keepCalm

arquivos

curta e
compartilhe

img_cosmeticos
img_dicasBeaute2
logo_sociedadeMineiradeDermatologia logo_sociedadeBrasileiraDeDermatologia

Entre em contato!

(31) 3241-4556 ou 2512-0956
Rua Padre Marinho, 49 salas 805 e 806
Santa Efigênia . Bh . MG / CEP: 30140-040
contato@drasilviacristina.com.br

política do blog

A informação médica via internet pode complementar, mas nunca substituir a relação pessoal entre o médico e o paciente. A internet pode ser uma ferramenta útil, veiculando informações e orientações de saúde genéricas, de caráter educativo, abordando a prevenção de doenças, promoção de hábitos saudáveis de vida, bem-estar, cuidados pessoais, nutrição, higiene, qualidade de vida, […]

Continue lendo